Uma Igreja Viva para o Deus Vivo

Culto do dia

  • Culto de Oração, Quarta às 20:00
13.04.2018

O Mundo fere, Deus cura!

“Examinemos seriamente o que temos feito e voltemos para o Senhor.” Lamentações 3:40

O MUNDO FERE, DEUS CURA!

NOSSO OBJETIVO

Entendemos como igreja, que o nosso compromisso maior é cuidar de vidas, independente do estado em que se encontram ou do tipo de recuperação que necessitam.

Através do “Celebrando a Recuperação” temos a oportunidade de experimentarmos o poder restaurador de Deus em nossas vidas, utilizando 12 Passos e 8 Princípios bíblicos para sermos transformados.

Destacamos que somente a infinita graça GRAÇA DE DEUS e aceitação dessa GRAÇA nos levarão a solução de nossos problemas, partilhando nossas experiências, forças e esperanças uns com os outros.

Ao aplicarmos os 8 Princípios Bíblicos (Mateus 5:3 a 11) para recuperação em nossas vidas, começamos a crescer espiritualmente, nos livramos de nossos comportamentos compulsivos e disfuncionais, que foram gerados em nossa trajetória de vida e que carregamos ao longo do tempo, como bagagem desnecessária e desconfortável pelo peso que representa.

Esse caminho da recuperação de nosso relacionamento pessoal e mais profundo com Deus e com os outros, nos traz alegrias, liberdade, viabiliza a paz e a serenidade. Ao avançarmos com o programa do “Celebrando a Recuperação” descobrimos e nos encontramos com o Poder Superior, amoroso e perdoador – nosso amado JESUS CRISTO!

PRIMEIRA VEZ AQUI?

É natural ficar pensando em como irá conhecer pessoas e se integrar em algum grupo, ou mesmo qual o grupo mais adequando para você.

Para essas e outras dúvidas, temos o GRUPO CONEXÃO, destinado à todas as pessoas que vem pela primeira vez e querem conhecer o conteúdo do “Celebrando a Recuperação”. Esperamos você!


GRANDE GRUPO

Todas as segundas-feiras.

20h00 às 20h30 – Momento de louvor, Leituras da Oração da Serenidade, 8 Princípios ou 12 Passos.

20h30 às 21h00 – Explanação do tema do dia ou testemunho ou palestra.

21h00 às 22h00 – Atividades abaixo:

Grupos de partilhas ou pequenos grupos – Feminino e Masculino.

Feridas emocionais (culpa, conflitos, compulsões, traumas entre outros).

Dependência Química (cigarro, bebidas, drogas diversas).

Co-dependência (destinados aos que lutam com a compulsão de resgatar e cuidar dos outros).

22h00 às 22h30 – Comunhão. Hora do café e de fazer novos amigos.


OS DOZE PASSOS E SEUS EQUIVALENTES BÍBLICOS

1) Admitimos que éramos impotentes perante nossas feridas, dependências e comportamentos compulsivos, e que nossa vida se tornou ingovernável.

“Pois eu sei que aquilo que é bom não vive em mim, isto é, na minha natureza humana. Porque, mesmo tendo dentro de mim a vontade de fazer o bem, eu não consigo fazê-lo.” Romanos 7:18

2) Acreditamos que um Poder Superior a nós poderia nos devolver à sanidade.

“Pois Deus está sempre agindo em vocês para que obedeçam à vontade dele, tanto no pensamento como nas ações.” Filipenses 2:13

3) Decidimos entregar nossa vida e nossas vontades aos cuidados de Deus.

“Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus.” Romanos 12:1

4) Fizemos um minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos.

“Examinemos seriamente o que temos feito e voltemos para o SENHOR.” Lamentações 3:40

5) Admitimos perante Deus, perante nós e perante outro ser humano a natureza exata das nossas falhas.

“Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e façam oração uns pelos outros, para que vocês sejam curados.” Tiago 5:16

6) Prontificamo-nos inteiramente a deixar que Deus removesse todos esses defeitos de caráter.

“Humilhem-se diante do Senhor, e ele os colocará numa posição de honra.” Tiago 4:10

7) Humildemente pedimos a Deus que removesse todas as nossas imperfeições.

“Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua promessa e fará o que é correto: ele perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda maldade.” 1 João 1:9

8) Fizemos uma relação de todas as pessoas a quem prejudicamos e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados.

“Os tolos pecam e não se importam, mas os bons querem ser perdoados.” Provérbios 14:9

9) Fizemos reparações diretas a tais pessoas sempre que possível, exceto quando fazê-lo implicaria prejudicá-las ou a terceiros.

“Portanto, se você estiver oferecendo no altar a sua oferta a Deus e lembrar que o seu irmão tem alguma queixa contra você, deixe a sua oferta ali, na frente do altar, e vá logo fazer as pazes com o seu irmão. Depois volte e ofereça a sua oferta a Deus.” Mateus 5:23-24

10) Continuamos fazendo o inventário pessoal e, quando estávamos errados, nós o admitíamos prontamente.

“Portanto, aquele que pensa que está de pé é melhor ter cuidado para não cair.” 1 Coríntios 10:12

11) Procuramos, através da oração e da meditação, melhorar o nosso contato consciente com Deus, pedindo apenas o conhecimento de sua vontade para nossa vida e força para realizá-la.

“Que a mensagem de Cristo, com toda a sua riqueza, viva no coração de vocês! Ensinem e instruam uns aos outros com toda a sabedoria. Cantem salmos, hinos e canções espirituais; louvem a Deus, com gratidão no coração.” Colossenses 3:16

12) Tendo experimentado um despertar espiritual graças a estes passos, procuramos levar esta mensagem a outros e praticar estes princípios em todas as nossas atividades.

“Meus irmãos, se alguém for apanhado em alguma falta, vocês que são espirituais devem ajudar essa pessoa a se corrigir. Mas façam isso com humildade e tenham cuidado para que vocês não sejam tentados também.” Gálatas 6:1


O CAMINHO PARA RECUPERAÇÃO

8 Princípios com base nas bem-aventuranças

Pastor Rick Warren

1) Reconheço que não sou Deus. Admito que sou impotente para controlar minha tendência de fazer as coisas erradas e que a minha vida está fora de controle.

“Felizes as pessoas que sabem que são espiritualmente pobres.” Mateus 5:3

2) Acredito de todo coração que Deus existe, que ele se importa comigo e que tem o poder de me ajudar em minha recuperação.

“Felizes as pessoas que choram, pois Deus as consolará.” Mateus 5:4

3) Conscientemente escolho confiar toda minha vida e minha vontade aos cuidados e controle de Cristo.

“Felizes as pessoas humildes.” Mateus 5:5

4) Abertamente analiso todas as minhas falhas e as confesso a mim mesmo, a Deus e a alguém da minha confiança.

“Felizes as pessoas que têm o coração puro.” Mateus 5:8

5) Peço humildemente que Deus remova meus defeitos de caráter e voluntariamente me submeto a cada mudança que ele queira fazer em minha vida.

“Felizes as pessoas que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus.” Mateus 5:6

6) Examino todos os meus relacionamentos, oferecendo perdão àqueles que me fizeram mal e reparando os danos que causei a outras pessoas, exceto quando fazê-lo provocaria mais danos a essas pessoas ou a terceiros.

“Felizes as pessoas que têm misericórdia dos outros.” Mateus 5:7

“Felizes as pessoas que trabalham pela paz.” Mateus 5:9

7) Reservo diariamente um tempo com Deus para autoavaliação, leitura da Bíblia e oração, a fim de conhecer a Deus e a sua vontade para minha vida e obter a força para segui-la.

8) Entrego-me a Deus a fim de ser usado para levar essas boas-novas a outros, tanto pelo meu exemplo quanto pelas minhas palavras.

“Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus.” Mateus 5:10


ORAÇÃO DA SERENIDADE

Concede-me, Senhor, a Serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para mudar as coisas que posso e sabedoria para discernir a diferença; viver um dia de cada vez; aproveitar um momento de cada vez; aceitar as dificuldades como o caminho para a paz; tomar, como Jesus o fez, este mundo pecaminoso como ele é, não como gostaria que fosse, confiando que ele tornará todas as coisas corretas se eu me submeter à sua vontade; que eu possa ser razoavelmente feliz nesta vida e supremamente feliz com ele para sempre na próxima.

Reinhold Niebuhr


Toda segunda-feira às 20h00.

Equipe Celebrando a Recuperação – [email protected]